Quando estruturar seu domínio pessoal, você pode usar tanto seu nome completo quanto seu sobrenome. Além disso, para seu domínio pessoal, você deve usar um TLD .me. Se seu nome é difícil de falar, então usar apenas seu sobrenome pode ser melhor do que o nome todo. Mantê-lo o mais simples possível irá ajudar as pessoas a encontrar seu web site online. Você também pode usar suas iniciais, por exemplo John Smith pode usar JSmith.me SmithJ.me ou ainda JohnS.me. Você também precisa pensar em como seu endereço de e-mail será. Por exemplo, o domínio do web site é johnsmith.me, o endereço de e-mail deve ser john@johnsmith.me.

Teste nossos serviços durante 30 dias! Você estará totalmente protegido pelo nosso Programa de Garantia. Se de alguma forma você não estiver satisfeito com o serviço oferecido pela WebLink, ou você simplesmente decidir cancelar nossos serviços nos próximos 30 dias, basta entrar em contato que providenciaremos o reembolso, sem qualquer questionamento.

Domínios Nacionais (com terminações .br, exemplo: dominio.com.br) podem ser registrados diretamente pelo orgão que regulariza a distribuição de domínios no Brasil, o registro.br, que desde 1995 cuida do registro de nomes de domínios, da administração e da publicação do DNS (Sistema de Nome de Domínios) para o domínio “.br” além dos serviços de distribuição e manutenção de endereços Internet com custo anual de R$40,00. 
Jornalista e estudante de economia, Rafael H faz parte da equipe de marketing da Hostinger desde 2017. Atualmente trabalha com crescimento e aquisição da empresa focado na aquisição de novos afiliados. Se apaixonou pelo mundo da tecnologia e hospedagem de sites, tendo experiência com WordPress, marketing digital e ferramentas de automação de marketing. Também já trabalhou como analista de conteúdo, redator, assessor de imprensa e analista de comunicação.
Como nem todas as marcas são conhecidas, alguém pode de má-fé registrar o nome de domínio da marca alheia, a fim de depois vender o registro ao titular da marca, trazendo constrangimento e prejuízo ao titular da marca; é o chamado cybersquatting: registro, tráfego, ou uso de um nome de domínio com má-fé e intenção de obtenção de lucro a partir da boa vontade de uma marca registrada por terceiro.
Ter um domínio personalizado é, hoje, uma das medidas estratégicas que ajuda a defender e melhorar a visibilidade da marca na internet. Afinal, há mais de 1 bilhão de páginas no mundo, logo, destacar-se entre as demais plataformas não é nada fácil. Por isso, o planejamento eficiente deve contemplar recursos como esse, que também é fundamental para atingir o sucesso.
Ao longo dos próximos anos, centenas de novas terminações de nomes de domínio, como .guru e .photography, serão disponibilizadas. Trabalharemos para fornecer o máximo de opções para que você encontre os nomes mais relevantes e significativos para dar os primeiros passos on-line. Veja todas as terminações de nomes de domínio disponíveis na Central de Ajuda.
×