Domínio é o seu nome na Internet, a forma como as pessoas vão lhe encontrar e se lembrar de você ou de seu negócio. Se você possui uma empresa, tudo fica mais fácil: utilize o nome corporativo para estabelecer sua presença online. Mas em qualquer dos casos, seja em websites pessoais ou profissionais, a escolha do nome de domínio é fundamental e deve ser pensada muito antes da definição do site em si.
Os registradores (registrars, em inglês), ou revendedores de domínios, são organizações ou empresas privadas autorizadas pelo operador do registro e pela ICANN a negociarem nomes de domínios sob determinado ccTLD. Por meio de contrato firmado com o operador, eles oferecem o serviço de registro de nomes de domínios aos usuários finais.  São tipicamente provedores de acesso à internet ou companhias que oferecem outros serviços adicionais, como hospedagem de página na internet e de correio eletrônico. Geralmente, existem vários registradores atuando no mercado de registro de domínios para cada ccTLD, competindo entre si quanto a preços, tipos de serviços oferecidos, qualidade do atendimento ao cliente, serviços de valor agregado, entre outros.
Enquanto nós sabemos que “.com” é a extensão de domínio mais popular, não fique limitado apenas a isso. Pegue a extensão que melhor encaixa na sua necessidade. Então se seu blog é sobre uma organização então escolha “.org”. Se é um site informativo escolha “.info”. Mas “.com” é o mais preferido porque quase todo mundo já digita “.com” sem nem pensar.
O DNS, abreviação de Domain Name System, é um dos componentes mais comuns, mas incompreendidos da paisagem da web. Para simplificar, o DNS ajuda a direcionar o tráfego na Internet, conectando nomes de domínio a servidores da Web reais. Essencialmente é necessária uma solicitação amigável para o ser humano – um nome de domínio como kinsta.com – e traduz em um endereço IP de servidor amigável ao computador – como 216.3.128.12.
A .ASIA CERP (Política de requisitos de qualificação para registro de .ASIA) aplica-se a nomes de domínio registrados no TLD patrocinado pela .ASIA. Registros em .ASIA são restritos a membros da comunidade pan-asiática e da Ásia/Pacífico na Internet. A contestação de um registro em .ASIA sob o argumento de que não satisfaz os requisitos de qualificação é formalizada nas condições estipuladas pela ERDRP. Mais informações podem ser obtidas no site do .ASIA.

Nem sempre é fácil criar um nome inventivo e bonito para a sua loja – ainda mais um que realmente se conecte ao seu público-alvo, transmita os valores da marca e tenha um domínio virtual disponível. A situação piora quando você lembra que o nome precisa ser pequeno, descomplicado e soar bem na sua língua… E o pesadelo não acaba aí: vamos imaginar que depois de muito tempo quebrando a cabeça, você finalmente encontrou um bom nome – mas descobre que o domínio para esse nome não está mais disponível na internet (ou então custa uma pequena fortuna)!

Fácil e pronto para ser usado. É projetado para iniciantes e recomendado pelos desenvolvedores. A Hospedagem WordPress é ótima e rápida para quem quer lançar um blog, um portfólio on-line, galerias ou até mesmo um ecommerce. Obtenha um dos planos de hospedagem barata da Hostinger e traga todas as suas ideias online com o CMS WordPress. Pare de desperdiçar dinheiro com serviços caros. Hospedagem barata WordPress é tudo o que você precisa para iniciar o seu negócio.

Outra coisa que vale destacar é que todos os domínios exibidos na cor verde estão disponíveis; se você encontrar um em vermelho, significa que ele está indisponível. Se você quiser simplificar ainda mais, é só selecionar a caixa “Hide Registered”, que oculta os domínios já registrados. O Name Mesh também possui uma série de filtros que podem ser utilizados no processo de criação de nomes, como por exemplo o número de caracteres.
A Corporação da Internet para Atribuição de Nomes e Números (Internet Corporation for Assigned Names and Numbers - ICANN) é uma organização sem fins lucrativos responsável por administrar o sistema de nomes de domínio (DNS). As empresas precisam ser cadastradas na ICANN antes de começar o processo de integração com a Verisign. As empresas de registro de domínios que desejem oferecer gTLDs no programa de novos gTLDs da ICANN devem assinar a versão de 2013 do acordo de credenciamento da empresa de registro de domínios ("RAA") com a ICANN e cumprir com outros requisitos da ICANN. A Verisign não tem controle sobre a duração do processo de credenciamento na ICANN. ccTLDs como .tv e .cc não precisam de credenciamento na ICANN.


É parte integrante do ebook: O Completo Guia do Trabalho a Partir de Casa! E vou apresenta-lo parte a parte nesta categoria; “Blogueiro”, dentro do site! Mais se você estiver interessado em adquirir ele por completo cadastre-se abaixo e siga corretamente as instruções que terei o maior prazer de fornece-lo por completo e gratuitamente! Você poderá fazer o download diretamente para o seu computador e aproveitar o máximo das informações fornecidas!
Com relação à identificação dos países, podemos exemplificar a Argentina (ar), Canadá (ca), Inglaterra (uk), Portugal (pt), Espanha (es), França (fr), Nova Zelândia (nz), etc., ressaltando que os nomes de domínio americanos não tem identificação do país pois a internet nasceu lá (ex: a Rede Globo é apenaswww.globo.com,  pois foi registrada nos EUA, onde estão registrados 70% de todos os domínios da internet; em seguida vem a Inglaterra e Canadá; o Brasil é o 11o, mas tende para 7o em número de registros em breve).
Quando você decide colocar seu negócio ou marca on-line, começa a ver muitos termos como nome de domínio, site, URL, registrador de domínios etc. Ainda que todos estejam relacionados à criação de um site, eles não têm o mesmo significado. Felizmente, são termos fáceis de entender. Veja as noções básicas neste artigo. Depois que descobrir as diferenças entre cada termo abaixo, você estará pronto para explorar a Web com confiança.
A harmonização entre ambas as jurisdições, nos termos do Novo CPC, se dá através de um novo instituto inserido no Novo CPC, que é a Carta Arbitral. Através deste instrumento jurídico é que formalmente se darão os pedidos de cooperação entre os juízes e árbitros. Este instrumento vem previsto no artigo 237, do Novo CPC. Importante salientar que este instrumento jurídico não autoriza a juízes e desembargadores a revisão do mérito das decisões proferidas no âmbito arbitral. Os atos de cooperação se limitam as determinações e prática de atos definidos em arbitragem.
Assim como nos Estados Unidos seriam criados domínios de primeiro nível (TLD) sob o .br. TLDs, resumidamente, são a parte do endereço que vem depois do ponto, como por exemplo, google.com. Neste caso, o TLD é o .com. O domínio de segundo nível, por exemplo, é, basicamente, seu nome de domínio (www.nomededominio.com.br). Assim criaram-se TLDs como com.br. net.br, gov.br e mil.br.
Aceitamos feedback de todas as partes interessadas sobre esta iniciativa e convidamos a comunidade da ICANN – e, o que é mais importante, os próprios registrantes de nomes de domínio – a nos ajudar a avançar este trabalho. Serão regularmente publicadas atualizações e novos conteúdos na nova seção de registrantes do site ICANN.org. Esperamos trabalhar com vocês!
Domínio é o seu nome na Internet, a forma como as pessoas vão lhe encontrar e se lembrar de você ou de seu negócio. Se você possui uma empresa, tudo fica mais fácil: utilize o nome corporativo para estabelecer sua presença online. Mas em qualquer dos casos, seja em websites pessoais ou profissionais, a escolha do nome de domínio é fundamental e deve ser pensada muito antes da definição do site em si.
Os TLDs são divididos em duas categorias. A primeira denomina-se Country Code Top-Level Domain (ccTLD), ou Código do País para o Domínio de Primeiro Nível. É designado para países ou regiões e representada por um código composto por duas letras, geralmente baseado no padrão ISO 3166-1 (por exemplo, “.br” para Brasil, “.au” para Austrália e “.jp” para Japão) (ISO, 2011). A segunda categoria, denominada TLD genérico (gTLD), não é relacionada a aspectos geográficos e tem uma forma genérica de utilização (por exemplo, “.com” para uso comercial e “.int” para organizações internacionais).
Os registradores também têm a opção de negar solicitações de transferência enviadas nos primeiros 60 dias do registro inicial de um nome de domínio ou dentro de 60 dias da última transferência dele. Antes de registrar um nome de domínio, leia com atenção os termos e condições do registrador para entender as opções disponíveis. Se você tiver um nome de domínio registrado, mas não conhecer as práticas do registrador, entre em contato com ele para pedir mais informações.
A segunda regra é que você precisa ser o titular do nome registrado ou o contato administrativo do nome de domínio para iniciar uma solicitação de transferência. Essa regra se aplica a transferências de registrador e registrante, e existe para evitar transferências não autorizadas de nomes de domínio. Também é por isso que é importante manter suas informações de contato atualizadas.
Ao comprar ou transferir um domínio para o Google Domains, você pode começar a criar seu site imediatamente usando um de nossos provedores de criação de website. Os planos variam em termos de custo, e as opções incluem hospedagem confiável e segura, modelos personalizáveis e recursos avançados, como criação "arrastar e soltar" e gerenciamento de site para dispositivos móveis. Para saber mais, visite a Central de Ajuda.
×