Quando você decide colocar seu negócio ou marca on-line, começa a ver muitos termos como nome de domínio, site, URL, registrador de domínios etc. Ainda que todos estejam relacionados à criação de um site, eles não têm o mesmo significado. Felizmente, são termos fáceis de entender. Veja as noções básicas neste artigo. Depois que descobrir as diferenças entre cada termo abaixo, você estará pronto para explorar a Web com confiança.
É parte integrante do ebook: O Completo Guia do Trabalho a Partir de Casa! E vou apresenta-lo parte a parte nesta categoria; “Blogueiro”, dentro do site! Mais se você estiver interessado em adquirir ele por completo cadastre-se abaixo e siga corretamente as instruções que terei o maior prazer de fornece-lo por completo e gratuitamente! Você poderá fazer o download diretamente para o seu computador e aproveitar o máximo das informações fornecidas!
Na maioria dos planos de hospedagem de sites disponibilizados pela HostDime, está incluso um software para desenvolvimento de sites com uma didática bem facilitada, com 5 rápidos passos que permitem a criação de páginas profissionais. Esta ferramenta é acessível pelo próprio painel de controle da HostDime (liberado após a assinatura do serviço) e permite o desenvolvimento de uma página simples e básica sem que seja necessário conhecimentos técnicos aprofundados.
Então, você pode esperar um contato do registrador atual pedindo a confirmação da transferência. Esse processo pode parecer repetitivo, mas ele existe para proteger você contra transferências não autorizadas do seu nome de domínio. Depois que você enviar a confirmação ao registrador atual, o registrador recebedor concluirá a transferência, o que leva aproximadamente cinco dias. Confira Cinco coisas que todo registrante de nome de domínio deve saber sobre a Política de Transferência da ICANN para saber mais sobre os formulários de confirmação.

Mas será que a Internet precisa de uma lista telefônica? Em caso afirmativo, ela deveria ser pública, exibindo os dados de registro de nomes de domínio para que todos possam consultar? Essa característica parece ser bastante importante para a identificação de responsáveis por danos e para a condução de atividades por autoridades investigativas. Por outro lado, esse registro pode ter impactos sobre o discurso na rede. Integrantes da sociedade civil há muito tempo apontam que esse registro restringe a liberdade de expressão online de ativistas em países autoritários. Sem contar nos problemas de segurança envolvidos na exibição pública de uma base de dados pessoais que podem ser usados para uma série de fraudes.


- envio da documentação: Atual Entidade (que está efetuando a transferência): cópia do documento da entidade; se pessoa jurídica, enviar cópia do contrato social, com as últimas alterações; estatuto e ata de eleição; e procuração de Fé Pública (estabelecida em cartório) com o fim específico para a transferência do domínio (quando a pessoa que irá assinar a carta não for sócio/proprietário).
O Dot-o-mator permite que você crie sugestões para nomes de domínio, usando listas de categorias de início e fim. Você insere uma palavra (ou palavras) na caixa à esquerda e depois escolhe algumas palavras para o fim  (ou digita as suas próprias). Clique para combiná-los e o Dot-o-mator irá gerar uma lista de nomes de domínio disponíveis. Caso você veja algum nome que goste, pode salvá-lo na sua “caixa de rascunho” e continuar pesquisando.
Os nomes de domínios assumem uma configuração hierárquica, de modo que os endereços das páginas de internet baseiam-se em uma estrutura em que os níveis são separados pelo “ponto”, do mais específico (à esquerda) para o mais genérico (à direita). O nível hierárquico mais elevado no nome de domínio é denominado Top-Level Domain (TLD), que é a última representação nominal do nome de domínio (por exemplo, “.org” em www.oecd.org ou “.br” em www.puc-campinas.edu.br). A hierarquia decresce da direita para a esquerda. A representação nominal imediatamente à direita do TLD é chamada Second Level Top-Level Domain (por exemplo, “oecd” em www.oecd.org ou “.edu” em www.puc-campinas.edu.br).
A UIT (2006b), por meio de sua Resolução 102/2006, reconhece que cada país-membro representa os interesses da população do país ou território para o qual o ccTLD foi atribuído. A Resolução destaca, ainda, que o papel dos governos quanto à gestão da internet inclui a implementação de um modelo regulatório claro, consistente e estável, a fim de promover um ambiente favorável no qual as redes globais sejam interoperáveis e acessíveis a todos os cidadãos, e para garantir a adequada proteção ao interesse público no gerenciamento dos recursos de internet, entre eles os nomes de domínios e os endereços IP. Na mesma linha, Park (2009) afirma que muitos governos consideram o sistema de nomes de domínio como um recurso público, e que a autoridade final sobre tal recurso deve ser o Estado.

O novo CPC formalizou a arbitragem como jurisdição no Direito Brasileiro. A nova norma foi inserida no § 1º do artigo 3º do Novo Código. Como é conhecido e notório, este instituto já é regulamentado por lei própria, a lei 9.307/96 com as atualizações trazidas pela lei 13.129/15, mas subsidiariamente se submete as Normas do Novo CPC, a partir da data da sua entrada em vigor. Nem por isso, ao Poder Judiciário, através de seus membros, é autorizado a discussão quanto ao mérito das decisões arbitrais. Tratam-se de jurisdições paralelas, ambas reconhecidas constitucionalmente: a jurisdição estatal, que é regulada pelas normas processuais civis, e a jurisdição arbitral, que é regulada por lei extravagante.

No modelo verticalizado[8], não existem registradores. Por esse motivo, o operador do ccTLD também lida diretamente com os usuários, acumulando o papel de registrador único. Nesse modelo, o operador tem custos mais elevados, por assumir mais atribuições. Ademais, os preços para os usuários tendem a ser maiores, por não haver competição (UIT, 2008). Por ser o operador um monopolista natural (BUSH; HUTER; WENZEL, 2006), qualquer serviço adicional prestado por ele gera uma barreira à entrada e pode desencorajar a prestação desses serviços por outras empresas.

Permitem que os usuários da Internet naveguem e se comuniquem on-line em seu script ou idioma preferencial, transformando a Internet em uma ferramenta verdadeiramente global e multilíngue. Ao adicionar IDNs a suas opções de nome de TLD, as empresas de registro de domínios têm a oportunidade de expandir os serviços e aumentar potencialmente as receitas. Nem todos os gTLDs oferecem IDNs.
Apenas 18% dos países já tinham editado legislação que dava suporte à relação do Estado junto ao ccTLD. Contudo, 56% dos países estavam envidando esforços para conferir maior formalização da relação estatal com a administração do registro de nomes de domínios, por meio, por exemplo, da elaboração de projetos de lei, da realização estudos voltados à contratualização do serviço e da formação de comissões no governo para discutir o tema.
Se as marcas são iguais mas os produtos são diferentes, tais marcas podem conviver no mercado de consumo (desde que as marcas não sejam de alto renome – Coca-cola, Kodak, Nestlé, McDonalds, Gilete – princípio da especialidade), mas não na internet, onde o nome de domínio será exclusivo de quem registrou primeiro (ex: revista Veja e detergente Veja – prevalece o www.veja.com.br para quem chegar primeiro; idem cigarro Continental e fogões Continental).

A Corporação da Internet para Atribuição de Nomes e Números (Internet Corporation for Assigned Names and Numbers - ICANN) é uma organização sem fins lucrativos responsável por administrar o sistema de nomes de domínio (DNS). As empresas precisam ser cadastradas na ICANN antes de começar o processo de integração com a Verisign. As empresas de registro de domínios que desejem oferecer gTLDs no programa de novos gTLDs da ICANN devem assinar a versão de 2013 do acordo de credenciamento da empresa de registro de domínios ("RAA") com a ICANN e cumprir com outros requisitos da ICANN. A Verisign não tem controle sobre a duração do processo de credenciamento na ICANN. ccTLDs como .tv e .cc não precisam de credenciamento na ICANN.




A Verisign exige que as empresas de registro de domínios estabeleçam uma segurança de pagamento com base no volume de registro mensal esperado. As empresas de registro de domínios existentes poderão usar sua garantia de segurança de pagamento existente para suportar transações adicionais de TLD. Caso espere um aumento considerável no volume mensal de transações ou planeje oferecer TLDs de nível superior, reavalie o valor de sua garantia de pagamento e ajuste-o na mesma proporção.
Registrador de domínios é uma empresa que registra nomes de domínio. Todos, de indivíduos a corporações internacionais, devem usar um registrador de domínios para registrar seu nome de domínio e poder usá-lo na Internet. Todos os registradores de domínios devem ser certificados pela ICANN (Internet Corporation for Assigned Names and Numbers). Quando você procura um nome de domínio disponível em um registrador de domínios específico, o que você realmente está procurando é a disponibilidade desse nome de domínio em todos os registradores de domínio do mundo.
Os registradores seráficos da ordem superior efetivam, assim, uma ligação íntima com o corpo de informação da sua própria ordem e com todos os registradores subordinados, enquanto as emissões capacitam-nos a manter comunicação constante com os registradores mais elevados do superuniverso e, por intermédio desse canal, com os registradores de Havona e com os custódios do conhecimento [...] theuniversalfather.com

O Registro.br alerta usuários sobre irregularidades frequentes relacionadas ao pagamento de registro de domínio que ocorrem no país. A política de transparência em relação aos dados do WHOIS facilitam que terceiros enviem todo o tipo de cobranças maliciosas relacionadas ao registro de domínio, quando de fato apenas a taxa inicial para registro e a manutenção anual são necessárias.

Entra em cena a Regulação Geral sobre Dados Pessoais (General Data Protection Regulation, GDPR), aprovada na União Europeia em 2016. A Regulação representa uma enorme mudança para a forma pela qual dados pessoais são coletados, armazenados e tratados ao redor do mundo. Criando regras estritas sobre como dados podem ser coletados, a GDPR avança a regulação europeia na direção da figura do consentimento do titular dos dados sobre as utilizações que podem ser feitas a partir desses dados.
O uso de hospedagem de confiança é importante para o negócio eo uso de servidor rápido é ainda mais importante manter o seu web site de negócios trabalho sem problemas. Segurança no servidor permite que o seu site para estar a salvo de intrusos que muitas vezes são a fonte de vírus. Também é melhor ter um nome de domínio barato e registro de hospedagem para ter uma conta genuíno.
Use nosso verificador de domínio para pegar os domínios mais populares da enorme variedade de TLDs: .com, .net, co.uk, .org ... Você sabia que a WebLink também fornece domínio grátis que estão incluídos na maioria dos Pacotes de hospedagem oferecidos pela empresa? Basta encomendar um dos nossos serviços de hospedagem na web com registro de domínio grátis e desfrutar de seu pacote tudo-em-um para um preço exclusivamente acessível. Muito bom para começar!

Nem todas as empresas que vendem nomes de domínio (conhecidas como registradores de domínios) são iguais. Algumas usam táticas como esconder taxas ou vender suas informações para ganhar mais dinheiro, o que pode ter um impacto duradouro em sua empresa. A boa notícia é que, com algumas dicas simples, você pode saber o que procurar antes de comprar um domínio.
Escolher um nome de empresa não é fácil. Afinal, você quer um nome para o seu negócio que seja significativo e memorável. Você pode escolher um nome que descreva perfeitamente a sua marca e depois descobrir que alguém já o utiliza. Você pode gostar de certo nome de marca, mas seus amigos de confiança não gostam dele. Você pode se encontrar continuamente voltando para a prancheta, uma e outra vez.

Sabia que as agora as capitais possuem extensões de domínio próprias? Sim, a iniciativa – que ainda está em fase de implementação – está criando várias novas extensões (já disponíveis aqui na HostGator). Se você é de São Paulo, por exemplo, já pode ter um domínio registrado com a extensão .sampa.br. É uma oportunidade incrível de divulgar seu negócio localmente, já que muitas pessoas procuram por produto + localização.
Na maioria dos casos, o poder público tem significativa influência sobre a operação do ccTLDs, independentemente de este ser operado com fins comerciais[16]. Segundo a OCDE (2006), à medida que cresce o interesse dos governos em se envolverem na gestão de seus ccTLDs, diversos países têm editado leis destinadas a estabelecer a base legal para a participação governamental em seu correspondente ccTLD, tal como foi feito na França e na Índia, em 2004. Nos últimos anos, diversas organizações governamentais assumiram o controle dos seus respectivos registradores.

A RDRP (Política de resolução de disputas de restrições) aplica-se ao TLD restrito não-patrocinado .biz. Os registros no TLD .biz devem ser usados ou destinados principalmente ao uso para fins comerciais ou de negócios autênticos. A contestação de um registro ou do uso de um determinado nome de domínio sob o argumento de que não está sendo ou não será usado principalmente para fins comerciais ou de negócios autênticos é formalizada nas condições estipuladas pela RDRP. Contestações sob a RDRP podem ser iniciadas por qualquer parte que formalize uma queixa por meio de um provedor de serviços de resolução de disputas aprovado.
Apontando o nome de domínio através de um registro. Este método requer mais conhecimento técnico, já que você terá que alterar manualmente os registros DNS. Além disso, sua zona DNS não será atualizada automaticamente. Por exemplo, se você criar um nome de subdomínio na Hostinger, você terá que criar um registro apropriado em sua zona DNS manualmente.
Os nomes de pelo menos dois servidores DNS responsáveis pelos registros DNS associados ao domínio. Esses servidores DNS são chamados de servidores autoritativos de nomes. Mesmo que o registrador de domínios seja responsável pela identificação dos servidores autoritativos de nomes de um domínio, o registrador não será responsável pela hospedagem dos registros DNS do domínio.
Para resolver a primeira das deficiências identificadas, em 1997, foi desenvolvido um sistema automático de registro de domínios que se mostrou eficiente e hoje serve de referência para vários países. A solução para o problema referente à preservação dos direitos exigiu medidas mais drásticas como a restrição do registro de domínios .br que passou a ser limitado a um por CNPJ e, portanto, voltado somente a pessoas jurídicas.

O tema é oportuno, haja vista que em agosto de 2011 foi apresentado à Câmara dos Deputados o Projeto de Lei 2.126/2011, que se propõe a estabelecer o chamado Marco Civil da Internet. As discussões no Congresso Nacional sobre esse projeto – que trata dos princípios, garantias, direitos e deveres dos usuários da rede mundial – poderão definir o modelo de governança da internet no país.
Quando você decide colocar seu negócio ou marca on-line, começa a ver muitos termos como nome de domínio, site, URL, registrador de domínios etc. Ainda que todos estejam relacionados à criação de um site, eles não têm o mesmo significado. Felizmente, são termos fáceis de entender. Veja as noções básicas neste artigo. Depois que descobrir as diferenças entre cada termo abaixo, você estará pronto para explorar a Web com confiança.
Temos o compromisso de oferecer aos registrantes de nomes de domínio informações atualizadas sobre seus direitos e obrigações, o ecossistema dos nomes de domínio, e as políticas da ICANN que os afetam. Um passo inicial que vamos dar essa semana é a introdução das novas páginas em ICANN.org dedicadas a informações relevantes para os registrantes de nomes de domínio. Essas novas páginas, que inicialmente serão uma compilação de conteúdo existente do ICANN.org, serão atualizadas regularmente e, com o tempo, passarão a oferece conteúdo e informações específicos para os registrantes de nomes de domínio.

Você também pode obter um grande serviço com o nome de domínio barato e hospedagem web, a maioria dos anfitriões garante um excelente serviço se eles são menos caros ou montante do prémio, este é por causa do negócio competitivo de hospedagem na web. É uma combinação de excelentes características em quantidade muito razoável, que é ainda mais popular para os proprietários do site web....


Todinho em português, o DomainScope é uma boa opção para lojistas e empreendedores que querem fazer uma boa pesquisa sobre os nomes de domínio escolhidos. Como podemos ver na imagem acima, o site possui vários indicadores e dados com as tendências mais recentes no mercado, o tráfego gerado nos domínios mais populares e até mesmo os domínios que expiraram – e que podem ser reutilizados. Corre lá!
Depois de registrar um domínio, é hora de usá-lo! Consulte nosso blog para obter aconselhamento especializado sobre as próximas etapas depois de comprar um nome de domínio e dicas sobre como expandir sua empresa através de seu novo site. Registrar um domínio é fácil, acessível e dá a você seu espaço na web para usar quando e como quiser. Não adie mais. Encontre seu domínio hoje.
Sempre que você visita um website, seu computador executa a "busca DNS". Ao gerenciar um domínio no Google Domains, você usa os mesmos servidores DNS que o Google. Isso significa que seu nome de domínio se conectará de forma rápida e segura ao seu website. Incluímos 10 milhões de resoluções por ano para cada domínio que você registra no Google Domains. Saiba mais na Central de Ajuda.
×